Associados autorizam APRASC entrar com demanda coletiva contra efeitos da lei da Iresa

Geral

Moção de Apoio à APRASC é aprovada por todos os vereadores de Araranguá
13/02/2020

A Câmara de Vereadores de Araranguá votou e aprovou, por unanimidade, nessa quarta-feira (12/02), moção em apoio à luta da APRASC pela reposição das perdas inflacionárias no subsídio dos policiais e bombeiros militares. Todos os vereadores assinaram e aprovaram a proposição.

A moção 001/2020 ressalta que “a Polícia Militar e o Bombeiro Militar, são referência de qualidade e excelência em nossa cidade (Araranguá), o trabalho desenvolvido já foi por várias vezes motivo de reconhecimento por esta Casa Legislativa. Acompanhamos com muita preocupação a situação pela qual essa classe vem atravessando, seis anos sem reposição salarial (…) Esperamos, sinceramente, que o governo não economize esforços para resolver o mais breve possível esta situação, por este motivo e primando pela qualidade da nossa segurança, apoiamos totalmente o pleito da APRASC”, diz parte do texto.

Antes da aprovação, o aprasquiano Joelson Felisbino, do Conselho Fiscal da APRASC, agradeceu, representando a entidade, a oportunidade de se pronunciar na tribuna e o apoio recebido dos vereadores. E explicou o porquê do pedido de moção.

“Nosso objetivo é fazer com que os senhores entendam o porquê da moção de apoio proposta na Casa, para a qual viemos pedir a aprovação. Fizemos um levantamento junto com o DIEESE que as perdas inflacionárias dos policiais e bombeiros militares. Nos últimos seis anos, nossa perda acumulada no subsídio chega a 40%. O governo do Estado oferece 12,5%, e não reconhece a reposição inflacionária de 2014 e 2015, entendendo que, quando instituiu subsídio (dezembro de 2013), já estava considerado um incremento salarial capaz de suprir este período”, disse Joelson.

Ele complementou dizendo que o governo alega não ter como pagar as perdas de 2019, embora admita que deve. E prosseguiu: “Somos oito associações representantes da classe, junto com a APRASC, discutindo o tema com o governo. Já vamos para a terceira reunião com o grupo gestor (próximo dia 18/02). O que pedimos aos senhores vereadores é que assinem a moção sem preocupação, apoiando-nos, porque não é nenhum trabalho contra o governo. Estamos apenas requerendo o pagamento de nossa perda inflacionária. Nosso objetivo é que outras moções como esta cheguem às mãos do governador em nosso apoio”, argumentou o representante da APRASC na tribuna.

Leia aqui a íntegra da moção 001/2020

O presidente da Câmara, o vereador Daniel Viriato Afonso, que assina a moção com todos os vereadores, afirmou que Casa sempre foi parceira dos policiais e bombeiros militares, bem como de outras instituições da área da segurança no Estado. “Estamos sempre atentos ao trabalho muito digno feito por instituições como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros e a APRASC. Não poderíamos, de forma alguma, deixar de apoiá-los numa demanda tão justa. Entendemos que é preciso valorização para que tu te motives a continuar trabalhando e lutando pelo teu serviço, pela tua causa. Enquanto vereador, podem contar comigo. Tenho certeza que é o desejo dos demais colegas”, afirmou Daniel Viriato.

A APRASC agradece a todos os praças que compareceram à sessão para dar apoio e aos vereadores que se juntaram à nossa luta. Juntos somos mais fortes!

Assista abaixo ao vídeo da sessão que tratou da moção 001/2020

 

Leia também:

Câmara de Vereadores de Lages aprova moção de apoio à luta da APRASC pela reposição inflacionária

APRASC faz contraproposta ao Governo do Estado e segue negociação

Galeria de Fotos
[ Últimas notícias ]
POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES LUTANDO PELA SEGURANÇA DA SOCIEDADE
  • (48)3223-2241

Associação de Praças de Santa Catarina - Rua Raul Machado, 139 Centro - CEP: 88020-610 - Florianópolis/SC

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira 8h às 12h e 14h às 18h