APRASC na Mídia

Geral

APRASC acompanha de perto júri de acusados da morte do cabo Joacir Vieira
09/05/2019

* NOTA DE ESCLARECIMENTO: Em virtude de algumas informações desencontradas, a APRASC ressalta que sua presença no julgamento do soldado PM Joacir se deu única e exclusivamente a fim de oferecer apoio e prestar solidariedade à família da vítima. A Associação não prestou assessoria jurídica, sendo os advogados contratados diretamente pela esposa da vítima, sem vínculo com a entidade.

A APRASC está atenta e acompanhando de perto o júri dos cinco acusados pelo assassinato do então cabo da Polícia Militar Joacir Roberto Vieira, que estão indo a júri popular nesta quinta-feira (09/05) no Fórum de Joinville, no Norte do Estado. A expectativa é que a sentença seja divulgada somente nesta sexta-feira (10/05). Nesta quinta, estão sendo ouvidas as testemunhas de defesa e acusação e também começarão a ser ouvidos os cinco réus.

O presidente da APRASC, subtenente da reserva João Carlos Pawlick, o diretor de relações públicas e imprensa, cabo RR Arlindo Polli Neto, e o vice-presidente da regional Norte, 1º sargento PM Ezequiel Queiroz, representaram a associação em uma manifestação junto com outros praças, na manhã desta quinta-feira, em frente ao Fórum de Joinville, pedindo por justiça.

“Não podemos deixar isso impune. Estamos lá para pressionar por justiça, dando nosso apoio à família do sargento Joacir. Queremos que seja feita justiça, que os autores e mandantes sejam punidos”, declarou o presidente João Carlos Pawlick.

O sargento Queiroz e outros aprasquianos da região Norte permanecem no local acompanhando o julgamento.

Lembramos aos amigos, familiares e policiais que desejam assistir ao júri que deverão atentar às regras de silêncio e comportamento, bem como não será permitida a utilização de camisas e outras manifestações, conforme decisão judicial. Será permitido que os policiais que estiverem fardados adentrem ao Tribunal do Júri. Haverá ainda revista que ficará a cargo da Casa Militar do TJSC, que cumprirá as determinações repassadas pelo juiz do caso. Conforme decisão judicial, a entrada de armas no local está proibida, sendo somente permitido aos policiais de serviço no Júri. Os demais deverão deixar as armas em local próprio que será determinado pela Casa Militar.

Nesta sexta-feira (10/05), o Ministério Público do Estado deve se pronunciar e serão feitas as alegações finais. Em seguida será ouvida a sentença do júri.

Além do homicídio, os acusados serão julgados por receptação, organização criminosa e adulteração de sinal identificador.

 

Entenda o caso:

O cabo Joacir foi assassinato a tiros na noite de 28 de agosto de 2017 dentro de uma loja de calçados no bairro João Costa, na Zona Sul do município de Joinville. A investigação da Delegacia de Homicídios apontou que a morte foi encomendada por uma organização criminosa que atua no Estado. O PM estava comprando um presente para o filho que estava de aniversário e acabou sendo morto.

Segundo o inquérito policial, a motivação do crime foi uma dívida que um dos acusados tinha com a facção. Os envolvidos estão presos desde setembro de 2017. Um adolescente também foi apreendido na época do crime por envolvimento na morte do PM. O crime ocorreu 15 dias depois de o acusado de ser o executor do PM ter saído do sistema prisional. Para “pagar” a dívida com o comando da facção, ele recebeu a “missão” de assassinar um agente de segurança pública.

A morte do então cabo da PM ocorreu durante a onda de ataques em agosto de 2017. O cabo Joacir Roberto Vieira tinha 43 anos e trabalhava na corporação há 19 anos. Atuou no patrulhamento com motos e estava lotado no 17° BPM.

 

*Com informações dos portais ND Onlilne e do NSC Total e do advogado da família do cabo assassinado

 

Confira o vídeo gravado pelo presidente da APRASC, João Carlos Pawlick, no dia 09/05, em frente ao Fórum de Joinville sobre o julgamento dos acusados do assassinato do cabo Joacir

 

 

Galeria de Fotos
[ Últimas notícias ]
POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES LUTANDO PELA SEGURANÇA DA SOCIEDADE
  • (48)3223-2241 3039-0609

Associação de Praças de Santa Catarina - Rua Raul Machado, 139 Centro - CEP: 88020-610 - Florianópolis/SC

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira 8h às 12h e 14h às 18h