Diretores da Aprasc visitam bases em todo estado e mobilizam praças para Assembleia Geral sobre reposição salarial

Geral

Luto: Nota de Consternação pela morte do associado 3º sargento Fabris
07/04/2018

É com muita tristeza que informamos o falecimento do nosso associado, o 3º Sargento PM Márcio Antônio Fabris, 43 anos, do 2° BPM/Fronteira. Ele morreu por volta das 14h deste sábado (07/04), no Hospital Regional do Oeste (HRO), onde estava internado desde janeiro, tratando de uma leucemia grave, e há cerca de três dias na UTI.

 Nossos profundos sentimentos aos familiares.

O velório já está ocorrendo desde às 17h, na Igreja Renovar em Cristo (Rua Paulo Marques entre Av. Fernando Machado e Av. Getúlio Vargas (mesmo local do velório do Sargento Claudecir) e prossegue pela noite e madrugada.

Às 8h deste domingo haverá uma celebração religiosa e às 9h será a saída do cortejo fúnebre, que se deslocará até o cemitério Jardim do Éden, para sepultamento às 9h30, com as devidas honras militares. 

A seguir reproduzimos na íntegra a nota dos seus colegas de farda do 2º BPM/Fronteira

 VAMOS FALAR UM POUCO DO SARGENTO FABRIS..."Ele agora reforça nossa guarnição lá no céu e, certamente todos eles estarão sempre nos apoiando nas ocorrências"

  O 3º Sgt PM Márcio Antônio Fabris, 43 anos, é natural de Chapecó, ingressou na Polícia Militar de Santa Catarina ainda muito cedo, com 19 anos, em 1993. Fez seu Curso de Formação de Soldados (CFSd) no 2ºBPM/Fron, em Chapecó, em onde serviu praticamente toda sua carreira, com exceção de uma pequena passagem por Xanxerê, apenas alguns meses, em 1995.

  Fazendo o que sabia, na profissão que amava, mesmo com todas as pedras que às vezes aparecem no caminho policial militar, o Sargento Fabris nunca esmoreceu. No afã de fazer um mundo mais eficiente e seguro, de prender criminosos, recuperar bens e proteger as pessoas, há alguns anos os percalços do sistema o atingiram, o abalaram momentaneamente, mas nunca tiraram sua determinação ímpar para as ocorrências.

  Foram quase 25 anos de serviços prestados à sociedade catarinense e seus muitos visitantes, nesse tempo, poucos devem ter prendido mais pessoas e evitado mais crimes que o Sargento Fabris. Em sua ficha funcional ele soma 43 elogios por bons serviços prestados, também possui três medalhes e dois Brasões de Mérito Pessoal, de 3ª e 2ª categorias.

  O Sargento Fabris estava no comportamento Excepcional, o melhor da carreira e, no próximo dia 5 de maio, aniversário de 183 da PMSC, ele seria agraciado com o Brasão de Mérito Pessoal de 1ª Categoria, a mais alta dos Brasões de Mérito Pessoal.

  O Sargento Fabris era extremamente operacional, não tinha tempo ruim, fome ou sede, se tivesse que varar a noite atrás de algum criminoso, ele fazia. Nos quase 25 anos de serviço, o Sargento Fabris nunca trabalhou no administrativo, sempre no operacional, quantas e quantas vezes vendo o sol se por e nascer, de serviço.

  Atualmente, após a promoção a 3º Sargento, ele estava na função de Sargento Externo, onde contando com muito respeito e admiração dos comandados, por sua experiência operacional na Radiopatrulha, executava com maestria a função. As últimas ocorrências de maior destaque que participou, que inclusive renderam elogios que foram entregues durante sua internação no hospital, foram duas grandes apreensões de maconha, no início de janeiro, uma de 50 Kg e outra de 275 kg de maconha.

  Ele agora reforça nossa guarnição lá no céu e, certamente todos eles estarão sempre nos apoiando nas ocorrências.

  "Jamais sejam por nós esquecidos"

 

Notícias Relacionadas
    Galeria de Fotos
    [ Últimas notícias ]
    POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES LUTANDO PELA SEGURANÇA DA SOCIEDADE
    • (48)3223-2241 3039-0609

    Associação de Praças de Santa Catarina - Rua Raul Machado, 139 Centro - CEP: 88020-610 - Florianópolis/SC

    Horário de funcionamento
    Segunda à sexta-feira 8h às 12h e 14h às 18h